Reuniões realizadas nas Unidades 2016/2017
Data publicação: 09/04/2016

 

O programa Aguapura através do Sistema Vianet vinha apoiando a Universidade e a SUMAI no sentido de promover um consumo mais racional de água. Esforço de extrema importância, principalmente neste momento em que as universidades brasileiras tem sido objeto de fortes cortes no seu orçamento, e a nossa região vivencia a maior crise hídrica da sua história.

Com o intuito de contribuir com o enfrentamento da situação, em 2016 redobramos os contatos com as unidades acadêmicas em busca de chamar a atenção para a nova situação, e, ao mesmo tempo acordar metas de redução do consumo adequadas à realidade de cada Unidade Figura 1.

 

Contudo, este esforço não teve os resultados esperados, em grande parte em função das ações de manutenção, a cargo da UFBA, não terem sido devidamente priorizadas. As ações de manutenção preventiva e corretiva ficam muito aquém do desejado, o que resulta em um grande desânimo na equipe do Programa Aguapura, coordenado pelo Grupo de Pesquisa TECLIM, e nas unidades com que temos conseguido trabalhar. 

Desta forma, ao final de maio/2017 foi suspensa a parceria entre o TECLIM e a SUMAI, que estava oficializado conforme o Art. 3°, transcrito a seguir, da Portaria n° 133/2015 de 13 de julho de 2015 que disciplina o funcionamento do Programa AGUAPURA no âmbito desta Universidade:

“Art. 3° A Superintendência de Meio Ambiente e Infraestrutura (SUMAI) por meio da Coordenação de Meio Ambiente – Núcleo de Recursos Naturais e Planejamento Ambiental irá gerir o Programa em parceria com o TECLIM e à mesma cabe viabilizar as condições para ampliar a abrangência dos serviços de manutenção preventiva, com ênfase para o aumento continuado do número de varreduras nas instalações hidrossanitárias das Unidades e promover políticas educativas voltadas para o consumo consciente dos recursos hídricos.”

Esta mudança nos levou a solicitar a atualização do conteúdo da referida Portaria, com exclusão do TECLIM como parceiro no Programa.

 

A despeito desta alteração na sua forma de participação, o TECLIM desde maio/2017 deu continuidade às atividades do Programa AGUAPURA no âmbito das suas ações acadêmicas, contribuindo com a análise e transparência dos dados referentes ao consumo de água, e apoiando demandas das Unidades desta Universidade, nos limites de suas possibilidades, e, sempre que solicitado.

O Programa vem sendo utilizado desde 2004. Até momento a Universidade reduziu seu consumo per-cápita de 42 para 18 litros/pessoa.dia.

Para maiores informações sobre o Programa Aguapura consulte o nosso site
http://www.teclim.ufba.br/web/aguapura/.